Perto

Mochila escolar: dicas para escolher a certa

Posto no correio 19 julho 2011

A mochila é o item de volta às aulas mais importante. E também é o mais caro. Por isso, na hora de escolher entre todas as mochilas, às vezes fica difícil decidir qual delas vai te acompanhar durante todo o ano.

Aqui estão algumas informações que serão úteis para você estimar a qualidade de uma mochila na hora da escolha fatídica.

 

Conselhos sobre a escolha de uma bolsa bodypack

 

De que depende a qualidade de uma mochila?

A mochila é essencial no nosso dia a dia seja para escola, lazer, uso profissional ... mas para tudo isso a qualidade de uma mochila continua misteriosa ... 5 critérios principais, o tecido, o revestimento, o Zíperes, ajuste e toxidade dos materiais determinam a qualidade de uma mochila.

 

A fábrica

Na loja, você pode primeiro observar a natureza do tecido: poliéster (a maior parte das mochilas de volta às aulas), poliamida, cordura ... Mas, acima de tudo, sua titulação, o tamanho do fio, expresso em denier (D), que afeta a qualidade do tecido de uma bolsa. Uma mochila, portanto, é sempre caracterizada por 2 números correspondentes à titulação urdidura e trama como 600/600 Deniers ou 600/300 Deniers (porque a contagem de urdidura e trama pode ser bem diferente. Obviamente, quanto maior a contagem, mais denso é o tecido e, portanto, a bolsa. costas resistentes: um tecido 600/600 D é mais pesado e, portanto, mais qualitativo do que um tecido 600 / 300D.

Ao caminhar no raio de volta às aulas, você poderá observar, dependendo das placas e marcas, que algumas mochilas trazem a menção de 600D ou 300D. Esses dados estão, portanto, incompletos já que falta a 2ª titulação do tecido para estimar sua qualidade. Portanto, você não deve depender apenas desse número para fazer sua escolha, porque você não tem o segundo dígito, que pode ser 300D ou 600D, que será mais sólido.

o número de processos também é muito importante para estimar a qualidade de um tecido. Vejamos um exemplo concreto: um tecido 600/600 D com baixo número de fios pode ser comparado a um esfregão, enquanto o mesmo tecido com grande número de fios será mais denso e resistente.

Associado ao número de tecidos, o número de fios por centímetro permite determinar o peso do tecido e assim avaliar a sua qualidade. O peso médio do tecido das mochilas escolares é de 140g.

Os tecidos utilizados pela Bodypack são de alta densidade, pois são 31 fios por centímetro (21 fios de urdidura e 10 fios de trama) enquanto a média do mercado, principalmente nas escolas, é de 24 fios.

 

Revestimento

O revestimento é o processo de tratamento do lado oculto do tecido para torná-lo mais resistente e mais à prova d'água. A técnica de revestimento usado (colado, prensado ou pulverizado contra o tecido), bem como o importam revestido portanto, também influenciam a qualidade da mochila.

Por exemplo, um revestimento básico, o PVC, irá montar uma folha de PVC com o tecido graças a uma folha de cola entre os dois. Ao adicionar uma folha adicional ao tecido, esse revestimento dará ao tecido um efeito de papelão e o tornará mais pesado; isso sugere aos consumidores que o tecido é resistente por ser mais espesso e rígido.

Já o revestimento de Poliuretano (PU), técnica usada em mochilas de montanha, é mais resistente por seu processo. Ao contrário do revestimento de PVC, o poliuretano líquido é borrifado no tecido para permea-lo completamente. Esta técnica requer uma alta densidade de fios para que o spray de poliuretano não passe pelo tecido. Permite uma melhor união entre as fibras do tecido e o revestimento.

Este revestimento é, portanto, quase invisível e permite um tecido mais macio e leve.

Ao contrário do que se pode imaginar em lojas voltadas para todas as mochilas, o efeito papelão de um tecido ou o peso da bolsa muitas vezes não são garantia de uma qualidade inferior. Assim como as mochilas Bodypack, um tecido denso e portanto forte é revestido com poliuretano que lhe confere grande leveza.

 

Conselhos sobre a escolha de uma bolsa corporal

 

Zíperes

Muitas vezes, são eles que cedem com o desgaste. Sua qualidade depende de sua fabricação (eles vêm de fornecedores reconhecidos de zíperes como YKK ou SBS?) E espessura. Quanto mais largo for o fecho, mais resistente é.

Nas lojas, você pode manusear um pouco o controle deslizante e usar o zíper várias vezes seguidas, para aqueles de baixa qualidade você já pode senti-lo durante o teste. Um controle deslizante girando entre seus dedos significa um fechamento de baixa qualidade.

 

A montagem da mochila

A construção da mochila contribui para sua resistência ao longo do tempo, quanto mais pontos de ancoragem houver para distribuir o peso, mais a sacola suportará o peso do material escolar. Assim, uma tira larga suportará a carga da bolsa mais facilmente do que uma tira fina. Da mesma forma, os bartacks, costuras anguladas para evitar que o tecido ceda, nas alças ou pontos de tensão contribuem para a resistência da bolsa.

 

Materiais não tóxicos

As alegações de "livre de ftalato" estão começando a aparecer em produtos como brinquedos infantis, gel de banho e, mais recentemente, mochilas. A ausência de materiais tóxicos, como ftalatos ou outro PVC, cádmio, corante azo, também deve ser levada em consideração na escolha.

 

Garantia do produto

Não é automático em todas as mochilas, por isso é importante quando estiver presente. Porque as bolsas são submetidas a severas provas e podem ceder.

 

Para obter mais conselhos sobre como escolher sua bolsa Bodypack, baixe gratuitamente nosso guia